Primeiros Passos

Como Editar Vídeos pela Primeira Vez

Editar vídeos pode ser das coisas mais fascinantes do mundo tecnológico (e do Marketing Digital)

Vermos o produto final do nosso trabalho a causar reacções genuínas nas pessoas é espectacular.

Mas a edição vídeo também pode ser uma das coisas mais desafiantes. Mas é fundamental para quem está no Marketing Digital e quer ter essas reacções genuínas.

Por isso, quando eu e o Bruno Brito falámos dos melhores skills que podemos adquirir, falámos de editar vídeos.

Editar Vídeos - WordPress

 

Por isso, se estamos a dar os primeiros passos, em que queremos apenas juntar dois vídeos que estão separados, ou “casar” um vídeo com uma música, é importante sabermos que há opções.

3 opções, para sermos exactos:

Neste blog, vamos ver:

  • como se realiza exactamente a mesma tarefa básica num editor online, numa app gratuita e numa super app
  • que é possível editar vídeos sem ter de gastar dinheiro
  • que opção se adequa a cada utilizador e situação

E… vamos reparar que todos os editores de vídeo funcionam da mesma forma básica: há uma linha do tempo onde se colocam…

  • os elementos visuais, como vídeos, imagens, fotos, texto e gráficos
  • os elementos de áudio, como música, efeitos sonoros e vozes
  • transições e efeitos cujo objectivar é melhorar ou ajustar cada elemento ou a passagem entre elementos

Por isso, vamos pegar em 3 soluções diferentes e experimentar juntar o mesmo filme e a mesma música para criar um filme novo. Ou seja, do mais simples que há no mundo da edição.

1. Editar Vídeos SEM Apps

As tarefas mais simples de edição vídeo podem ser feitas sem descarregar uma única app. Ou, como falamos há pouco, sem gastar dinheiro.

Se eu quisesse apenas juntar um vídeo e uma música, existem vários sites que nos permitem fazê-lo à borla:

PRÓS:

  • Não ter de se instalar nada no computador pode ser vantajoso, sobretudo se não tivermos tempo ou o computador não for nosso.
  • A versão gratuita dá acesso à maioria das funcionalidades
  • Recebemos um aviso por email quando o nosso filme está pronto

CONTRAS:

  • Uploads e downloads consomem tempo (sempre que queremos acrescentar um elemento, seja vídeo ou áudio, o Kizoa tem de o carregar na sua plataforma e processá-lo)
  • Uma conta gratuita não pode exportar filmes em HD/Alta Definição e coloca sempre um logótipo do Kizoa no final
  • Dependente de ligação à Internet

2. Editar Vídeos com uma App Gratuita

Apps como o iMovie, que são gratuitas e, em muitos casos já vêem instaladas, são geralmente utilizadas por pessoas com pouca experiência na edição, já que o interface é simples.

Tecnicamente, está a meio caminho entre o Kizoa e as super apps que vamos ver a seguir, porque não tem as limitações do Kizoa (tempo consumido em uploads/downloads, logótipo embebido ou não haver exportação em HD), mas não tem o vasto leque de opções de um Adobe Premiere.

Mas, verdade seja dita, para tarefas muito simples como a de juntar um filme a uma música, também não precisamos de editar vídeos numa super app.

Como dizia um antigo chefe meu, “não precisamos de um canhão para matar uma mosca.”

PRÓS:

  • Gratuito MESMO gratuito. Não há funcionalidades exclusivas ou escondidas para quem pagar uma subscrição
  • Não se perde tempo com uploads e downloads
  • Interface simples para principiantes

CONTRAS:

  • Não oferece o mesmo leque de opções que uma super app (mas não é suposto)

3. Editar Vídeos com uma Super App

E agora, vamos jogar a sério? 🙂

Apps como o Adobe Premiere Pro CC e o Final Cut Pro são as utilizadas pelos estúdios de cinema.

Mas isso não quer dizer que precisemos de ser génios com décadas de experiência para as aproveitar.

Com efeito, precisamos de alguns dias para nos habituarmos ao interface e à forma de trabalhar da aplicação.

Ou seja, com um pouco de paciência (e alguns tutoriais que o YouTube pode fornecer), podemos editar os nossos vídeos com as mesmas apps que os grandes estúdios. Já estás a sentir a pressão, Spielberg? Não penses que não te vejo a roer as unhas, Scorcese!

PRÓS:

  • Opções, opções, opções
  • Optimização dos vídeos altamente flexível, por dimensão, formato, canal e device
  • Ideal para projectos complexos, com muitos elementos (vídeos, texto, imagens, animações, música, efeitos)

CONTRAS:

  • Depois de um período de experimentação, apps como o Adobe Premiere são pagas. Mas, para quem quer editar vídeo “a sério”, valem o seu preço.
  • Curva de aprendizagem. Enquanto que o Kizoa e o iMovie são bastante intuitivos, o facto de o Premiere ter mais opções significa que demora alguns dias até o utilizarmos de forma confortável.

4. Conclusões

Não há uma solução universal. Mas há uma solução óptima para situações específicas:

Para principiantes e tarefas simples: iMovie

Ou outra app gratuita que queiras instalar. Se trabalhares em Windows, tens aqui 5 opções.

Com a app instalada e a correr no nosso computador, não perdemos tempo a fazer uploads e downloads para um editor online e não ficamos à mercê de um imprevisto com a ligação à Internet.

Editar vídeos - iMovie

E, se as tarefas que vamos fazer vão ser consistentemente simples (juntar vídeos a imagens, fazer slideshows de fotografias), não se justifica irmos para um Premiere ou Final Cut.

Para tarefas mais complexas e para quem editar sem limitações: Adobe Premiere

Quando queremos criar algo um pouco mais complexo (vídeo com música, mas também com efeitos, animações e texto), apps como o iMovie e o Kizoa simplesmente não vão dar conta do recado.

Porquê? Porque foram criadas para nos ajudar com as tarefas mais simples. Seria como esperarmos que a nossa cafeteira de 10 anos nos fizesse um Café Mocha Branco Tall. Se queremos um, temos de ir ao Starbucks.

Editar vídeos - Premiere

Como, nos vídeos acima em que experimentei cada app, eu quis fazer várias vezes “zoom in” (ver de perto alguns botões e acções), optei por usar o Adobe Premiere na edição, já que cortar vários pequenos bocados de um vídeo, para destacar uma certa parte do ecrã, já é uma acção um pouco complexa, a que o Kizoa e o iMovie não têm a melhor resposta.

Quanto mais complexa a tarefa que queremos realizar, mais complicado será conseguirmos que as apps mais simples nos sejam úteis.

Para computadores muito lentos ou que não são nossos: Kizoa

Julgo que só faz sentido utilizarmos um editor de vídeo online nessas 2 situações, porque as apps instaladas no nosso computador trazem-nos bem mais vantagens que desvantagens.

Se queremos “safar” um vídeo rápido e simples sem colocar um peso extra no computador em que estamos (instalando mais apps ou abrindo uma app que põe um processador velhote a “correr” demais), editores online como o Kizoa podem resolver o problema.

Ah, já agora… talvez isto te dê jeito…

Se estás interessado em aprender a editar vídeos para usares no teu Marketing Digital – mas estás com receio de que seja tudo muito complicado – convido-te a saber mais sobre o Adobe Premiere, com este curso (barato) que criei, que podes fazer mesmo que nunca tenhas aberto a aplicação na tua vida.

Traz exercícios e uma explicação simples das funcionalidades mais importantes, que vês a funcionarem à tua frente, em tempo real:

Curso - Adobe Premiere Pro CC em 90 Minutos

E tu? Como costumas editar os teus vídeos?

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Afonso Malheiro escreve, fala e faz formação/consultoria de marketing digital. Fundou o Heelbook, elegido pela AgoraPulse como uma das Páginas de Facebook do Ano em 2014.

Obteve uma licenciatura pré-Bolonha em Gestão no Universidade Católica e uma pós-graduação em Marketing Digital no IPAM. E, aparentemente, fala sobre si próprio na terceira pessoa.

Copyright © 2016 Afonso Malheiro. Todos os infractores serão perseguidos por pitbulls, dobermans e rottweilers esfomeados que foram obrigados a ver o "Frozen" 100 vezes seguidas.

To Top

Como Editar Vídeos pela Primeira Vez

Tempo de Leitura: 7 min
0